GUERRILHA GIRLS

How many women had solo shows at NYC museums? Recount (NYC street campaign),

2016

Impressão digital sobre papel, 25,5 x 66 cm
Acervo Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand
Doação das artistas, 2017
MASP.10713
Foto Guerrilla Girls
 

Guerrilla Girls é um coletivo anônimo de artistas feministas e antirracistas de Nova Iorque. Desde 1985, valendo-se de táticas de comunicação, denunciam com humor e eficácia a discriminação sofrida pelas mulheres no mundo da arte. Elas intervêm ruas e galerias de Nova Iorque de forma anônima, utilizando máscaras de Gorilas e nomes de artistas falecidas (como Kathe Kollwitz). Elas entendem que o conteúdo denunciado é mais importante que a autoria individual. A sua agenda feminista também considera a crítica ao colonialismo e ao racismo. Em relação à história da arte, colocam em evidência até que ponto a mulher tem sido representada, geralmente nua, constituindo uma das temáticas principais, mas ignorada como artista. As suas análises se focam no mundo da arte e na indústria do cinema, a cultura popular, os estereótipos de gênero e a corrupção que invade o sistema da arte. Seus cartazes utilizam o gráfico e o humor como ferramentas de alto impacto nas suas mensagens. As pessoas que atualmente participam do grupo enfatizam as campanhas contra a violência contra a mulher, defendem a igualdade racial e se opõem as guerras e ditaduras. 

Guerrilha Girls

Guerrilha Girls

Estados Unidos

REALIZAÇÃO:

PATROCÍNIO:

FINANCIAMENTO:

Site criado e desenhado pela EROICA conteúdo