GONZALO ELVIRA

Mujeres de Bauhaus

2020

Impressões e desenhos vermelhos e pretos na parede

400 x 650 cm

Cortesia do artista e Rocio Santa Cruz Gallery

Bauhaus 1919, Modelo para Armar (Bauhaus 1919, Modelo para Montar), faz referência ao ano de criação desta escola de desenho e ao livro de Cortázar 62/Modelo para Armar. Paul Klee, Vassily Kandisnki, Moholy Nagy, Marcel Breuer, Josef Albers, Johannes Itten, dentre outros, ensinavam na escola. A única presença docente feminina era Günta Stolz. Elvira se propôs destacar o papel das mulheres da escola, que trabalhavam nas oficinas têxtis, cerâmica, sem ter participação nas oficinas de ferraria nem arquitetura. Alegavam que as mulheres tinham problemas com a tridimensionalidade. Marianne Brandt, na oficina de ferraria, foi uma exceção, da mesma forma Grete Stern que se formou como fotografa em Bauhaus e desenvolveu a sua atividade na Argentina. Gonzalo Elvira pega como ponto de partida os retratos das mulheres de Bauhaus para desenhar retratos que por sua vez fotografa e integra no desenho site specific na Bienal 12. A sua obra faz reflexionar sobre a fotografia e ressalta o lugar das mulheres na Bauhaus.

Gonzalo Elvira

Gonzalo Elvira

Argentina

LeiDeIncentivoACultura - Bienal do Merco

REALIZAÇÃO:

PATROCÍNIO:

FA_SANTANDER_PV_POS_RGB - Bienal do Merc

FINANCIAMENTO:

ProCulturaRS-GovernoDoEstadoRS - Bienal
Minsterio do turismo.png

Site criado e desenhado pela EROICA conteúdo