13ª Bienal do Mercosul lança projeto artístico colaborativo para filmar e coletar sonhos


A obra Hypnopedia - enciclopédia audiovisual de sonhos, de Pedro Reyes, propõe reunir contribuições do público


Você lembra do seu último sonho? Uma pessoa que chega aos 72 anos passa mais de 23 deles dormindo, segundo o IBGE, ou seja, quase um terço da vida “inconsciente”. Mas é nessa inconsciência que vivem os sonhos. E é por sonhadores que a 13ª Bienal do Mercosul procura para o projeto Hypnopedia - enciclopédia audiovisual de sonhos. De autoria do artista Pedro Reyes, o trabalho propõe a criação de uma coletânea de sonhos, ao convidar a comunidade a filmar e enviar suas memórias oníricas à Bienal.


A obra, que integra as atividades do projeto educativo do evento, parte de um dos três temas-chaves desta edição - Trauma, Sonho e Fuga - e busca sonhadoras e sonhadores que queiram transformar seus sonhos em vídeos de até um minuto, utilizando a linguagem audiovisual que acharem mais interessante para isso. “As pessoas serão as narradoras e diretoras de seus próprios vídeos, onde também poderão atuar, animar, desenhar ou montar seu sonho da forma que quiserem”, explica Reyes.


O Projeto Educativo da Bienal oferecerá encontros online e oficinas presenciais para as pessoas que queiram discutir suas ideias ou, ainda, necessitem de algum auxílio técnico para a criação do material. Os vídeos selecionados serão divulgados nas redes sociais do projeto e integrarão um filme a ser exibido em um dos espaços expositivos da 13ª Bienal do Mercosul, que acontece entre setembro e novembro deste ano. A inscrição pode ser feita no link.


Encontros A equipe de Hypnopedia - enciclopédia audiovisual de sonhos realizará encontros presenciais e virtuais mensais. As reuniões online serão às segundas-feiras, das 19h às 20h30, nos dias 09 de maio, 13 de junho, 11 de julho e 15 de agosto. Já os encontros presenciais ocorrem no sábado seguinte às virtuais, em instituições parceiras da Bienal, como a Casa de Cultura Mário Quintana e o Instituto Ling, entre outros a serem confirmados em breve.


Ações marcam a parceria do Projeto Educativo da 13ª Bienal do Mercosul e Instituto Ling

A parceria entre o Instituto Ling e o Projeto Educativo desta edição da Bienal do Mercosul não para por aí. Além do Hypnopedia - enciclopédia audiovisual de sonhos, a instituição será palco de outras ações do projeto, como o Seminário Internacional Zonas de Contato, que acontecerá de junho a novembro, uma vez por mês, aos sábados, no salão multiuso. No auditório, os bastidores da Bienal serão debatidos na ação Conversas de Cozinha, em encontros mensais às quartas-feiras, também a partir de junho.


A 13ª Bienal do Mercosul é viabilizada pelas Leis Estadual e Federal de Incentivo à Cultura e patrocínio master do Santander. Tem a Crown Embalagens como patrocinadora do programa educativo e patrocínio de Gerdau e Renner. A mostra conta com apoio de Banrisul, Instituto CCR, Grupo Lins Ferrão, Grupo Oleoplan, DLL, Lebes, Agibank e Dufrio. O apoio cultural é do Instituto Ling. Apoio Institucional de Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), Memorial do Rio Grande do Sul, Fundação Iberê Camargo, Farol Santander e Instituto Caldeira. É uma realização da Fundação Bienal do Mercosul, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal, e tem financiamento do sistema Pró-Cultura da Secretaria da Cultura do Governo do Estado do RS.